Por que o setor de varejo precisa de consultoria jurídica?

Por que o setor de varejo precisa de consultoria jurídica?

Antes de falar por que o setor de varejo precisa de consultoria jurídica, vamos explicar como funciona e quais são as principais vantagens de contratar um serviço de assessoria jurídica em qualquer segmento de negócio.

Em nosso último artigo, contamos por que decidimos atuar também como uma empresa de consultoria jurídica em Guarulhos e mostramos que empresas de todos os setores que fazem uma gestão preventiva de riscos jurídicos só têm a ganhar.

As vantagens da consultoria jurídica para o seu negócio

O serviço de consultoria jurídica prestado por profissionais autônomos ou escritórios de advocacia, como a Alvares Advogados, tem como objetivo embasar decisões, esclarecendo questões do âmbito jurídico-empresarial.

É papel da empresa de consultoria jurídica também oferecer informações a respeito da legislação para prevenir a exposição do cliente a riscos de multas, processos, autuações do Ministério Público, PROCON, entre outros órgãos responsáveis por fiscalização nas mais diversas áreas da organização.

Em um país como o Brasil, onde a legislação trabalhista, previdenciária, cível e tributária sofre alterações constantes, é fundamental contar com a assessoria de profissionais especializados da área jurídica.

Dessa forma, os gestores ficam mais seguros e tranquilos para tomar decisões importantes sem expor sua empresa a riscos desnecessários e eventuais prejuízos que o desconhecimento das leis poderia acarretar ao seu negócio.

A importância da consultoria jurídica para o setor de varejo

Considerando que a consultoria jurídica contribui para a tranquilidade dos gestores e a segurança de suas decisões, entendemos que a prestação de serviços como esse é importante para empresas de todos os setores, e não seria diferente com o varejista.

Entretanto, algumas características do setor de varejo fazem com que seja ainda mais relevante a consultoria jurídica para supermercados, farmácias, lojas, livrarias e todos os tipos de atividades varejistas existentes no Brasil.

Uma delas é o modelo de contratação de funcionários. Um supermercado que funciona 24 horas, de domingo a domingo, por exemplo, deve ficar atento à definição da jornada de trabalho, o pagamento de adicional noturno, o intervalo para descanso etc.

O setor de supermercados tem tantas peculiaridades que escrevemos um artigo para falar especialmente como a reforma trabalhista impactou o setor de supermercados, no qual tratamos de contrato de trabalho intermitente, férias e demais impactos.

Outro aspecto a ser considerado é a relação com os clientes. Nesse caso, tanto supermercados quanto outros estabelecimentos devem ser muito bem assessorados para garantirem os direitos dos consumidores e cumprirem todas as exigências relacionadas a isso.

Além disso, os negócios do setor de varejo estão expostos a uma infinidade de taxas, impostos e tributos, demandando uma consultoria jurídica especializada em planejamento tributário, buscando minimizar os efeitos da alta carga tributária praticada no Brasil.

Como é possível perceber, a consultoria jurídica para o setor de varejo é essencial para reduzir riscos, ampliar ganhos e cumprir as exigências da legislação, garantindo a segurança e a tranquilidade dos empresários do setor.

Tem dúvidas sobre o assunto? Consulte-nos!

About the Author